Projeto da FSG desenvolve estudos e receitas com plantas comestíveis não-convencionais

Ações envolvem os cursos de Nutrição, Farmácia e Gastronomia

Você sabia que a urtiga, aquela planta desprezada por muitos devido à irritação que provoca na pele, é rica em nutrientes, rende um bom prato de salada e é usada para afecções urinárias e como moduladora de testosterona? Essa e outras tantas curiosidades são reveladas pelo Projeto de Extensão PANC (Plantas Comestíveis Não-convencionais), do curso de Nutrição do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG), instituição do grupo Cruzeiro do Sul Educacional. O objetivo é promover a segurança alimentar e a sustentabilidade por meio do consumo e do uso terapêutico de plantas comestíveis que crescem espontaneamente e dispensam o uso de insumos.

 

O projeto PANC foi idealizado no último mês de agosto e desde então ganhou a atenção de coordenadores, professores e alunos do curso de Nutrição, que logo desenvolveram parceria com os cursos de Gastronomia e Farmácia da instituição. Hoje, integra o Telos, programa de Inovação da FSG, gerando pesquisas e ações constantes nessa área.

 

“PANC são plantas espontâneas ou silvestres que muitas vezes se confundem com mato ou ervas daninhas, porém podem ser comestíveis e ricas em nutrientes. Contribuem muito para incrementar pratos e podem ser transformadas em fitoterápicos, além de serem uma ótima alternativa para a alimentação de pessoas em vulnerabilidade social”, explica a professora do curso de Nutrição da FSG, Dra. Ana Lucia Hoefel. Recentemente, acadêmicos da instituição realizaram uma ação social com a distribuição de marmitas a 10 famílias (21 adultos e 24 crianças) atendidas pela ONG Projeto Acolher. As marmitas foram montadas com diferentes tipos de PANC, complementadas com arroz e omelete.

 

 

Projetos em desenvolvimento

O PANC tem sido trabalhado em diversas disciplinas do curso de Nutrição da FSG, entre elas Fundamentos em Nutrição, Saúde Coletiva e Educação Alimentar, e ganhou a parceria dos cursos de Farmácia e Gastronomia. Para os próximos meses estão previstas novas ações para impulsionar ainda mais o projeto, como a criação de um espaço PANC na sede da FSG, com horta específica e a realização de estudos e análises bromatológicas das plantas comestíveis, bem como suas composições nutricionais. Haverá também o Café com PANC, com encontros semanais para discutir os benefícios de determinadas PANC, acompanhados de café e receitas especiais

 

Confira abaixo uma receita com PANC:

Arroz Nutritivo com PANC

– 2 xícaras de chá de arroz branco

– Folhas de alguma PANC picadas (por exemplo, língua-de-vaca, dente-de-leão, taioba, tansagem, espinafre, ora-pro-nóbis, folha de batata doce…)

– Meia cenoura ralada

– 1 dente de alho picado

– 1 fio de óleo de soja para refogar o arroz

– Sal a gosto

– 3 colheres de sopa de talos de salsa picados

– 1 pedaço pequeno de cebola picada

 

Modo de preparo

Refogue rapidamente o alho e a cebola no óleo. Adicione o arroz e refogue mais um pouco. Adicione a água e deixe cozinhar. Pique as folhas das PANC. Quando o arroz estiver quase pronto, adicione as folhas picadas e a cenoura ralada. Espere terminar de cozinhar o arroz e sirva.

 

Saiba mais: Instagram @pancesustentabilidade

Comente com Facebook

Assine nossa newsletter

Preencha seus dados e cadastre-se para receber nossas novidades

Endereço:
Rua Jose Bisol, 1086, Bairro Lourdes 95072-280 Caxias do Sul, RS

Telefone:
(54) 9983.9372

Email:
atendimento@cq7.com.br

Últimas notícias